Transmissão do Capítulo Perfeito com alcance de 33,5 milhões de pessoas nos cinco continentes

5129Transmissão do Capítulo Perfeito com alcance de 33,5 milhões de pessoas nos cinco continentes

SPONSORS

A transmissão em direto do Capítulo Perfeito, campeonato que decorre no melhor dia de ondas do Inverno, na Praia de Carcavelos, teve um alcance de mais de 33 milhões de pessoas.

Através da Fuel TV, o Capítulo Perfeito foi transmitido para 33,5 milhões de lares nos cinco continentes. Este ano, destaque para a transmissão também para a Austrália, um dos mais importantes mercados do surf mundial.

A organização do Capítulo Perfeito garantiu ainda a retransmissão integral do evento na Fuel TV, em datas a divulgar brevemente. Deste modo, os adeptos de surf a nível mundial poderão rever toda a ação que juntou alguns do melhores tuberiders do mundo na Praia de Carcavelos.

Através do webcast, produzido em português e em inglês, com transmissões paralelas, o campeonato chegou a mais 25 mil pessoas em mais de cinquenta países, também nos cinco continentes.

Já nas redes sociais, com as publicações das contas Instagram do Capítulo Perfeito, surfistas, parceiros e público, o alcance foi de 33,4 milhões de pessoas. Este alcance foi conseguido através de um total de 533 posts e stories, apenas a 17 de Fevereiro, dia do Capítulo Perfeito.

Ao longo do dia, estiveram mais de cinco mil pessoas no evento, que decorreu num dia de semana na Praia de Carcavelos.

“O formato do Capítulo Perfeito, em que o campeonato só tem lugar quando as ondas estão realmente boas, faz com que este seja um produto apelativo para o mercado globalizado do surf. Por ser um evento de um dia, conseguimos criar um hype e uma expectativa grande, resultando numa grande exposição tanto nas redes sociais como na comunicação social, em Portugal e a nível internacional” afirmou Rui Costa, da organização do evento.

“O público gosta de ver tubos, ondas perfeitas, e faz parte da nossa missão mostrar ao mundo que temos isso em Portugal. Estamos num momento particularmente delicado para o nosso turismo, portanto ficamos satisfeitos de termos contribuído para a consolidação da imagem de Portugal como destino de surf premium. Podemos ser mais uma ferramenta para a recuperação do setor do turismo quando terminar esta crise” concluiu.

GALERIAS

Comentários